21.02.2021POR Tomás Cunha

Rui Borges: “Importante é ganhar, contas do confronto direto ficam para o fim.”

A Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol (AAC-OAF) desloca-se segunda feira (22) ao Estádio Marcolino de Castro na Feira para defrontar a equipa local, o Feirense. A AAC-OAF é a segunda classificada com 42 pontos (menos um jogo que o líder Estoril) e o Feirense é o terceiro com 40.   O jogo, que conta para a 21ª jornada da Liga SabSeg, está marcado para as 21:00. Rui Borges, treinador da AAC-OAF, fez a antevisão ao jogo hoje, domingo (21) na Academia da Académica.

 

Rui Borges afirmou que não olha de maneira diferente para o adversário por este ser o terceiro classificado e  por poder passar a Académica na tabela classificativa em caso de vitória. Para o treinador da AAC, o  Feirense tem uma equipa que foi “feita para subir de divisão”, com jogadores de grande qualidade. Nesse sentido, Rui Borges não tem dúvidas ao afirmar que o jogo será competitivo. Para o técnico da AAC-OAF o plantel da equipa da Feira está recheado de bons valores e estará motivado pelo facto de, em caso de vitória, ultrapassar a equipa de Coimbra. Relativamente à segunda volta, Rui Borges acredita que esta vai ser mais competitiva, mas menos bem jogada porque há muito em “disputa nas subida e descida de divisão”.

O técnico da Académica afirmou que este jogo vai ser diferente do da 1ª volta, o Feirense venceu em Coimbra naquela que foi a única derrota caseira da Briosa. Na perspetiva do treinador natural de Mirandela as  equipas estão diferentes e lembrou que o inicio da época da AAC foi algo atípico. Rui Borges antevê um jogo competitivo que será encarado pela Briosa como todos os outros, com vontade de o vencer.

Em resposta a uma pergunta da Radio Universidade de Coimbra (RUC) o treinador dos estudantes sublinhou que o que conta é ganhar o jogo, mas desvalorizou o impacto na classificação. No entanto, Rui Borges admite que o facto de a AAC precisar de ganhar para não ficar em desvantagem no confronto direto também é importante.

Outra questão colocada pela RUC foi sobre a AAC jogar com Chaby ou Fabinho. Para o técnico da Briosa, Chaby entrou numa altura em que Fabinho esteve menos bem mas afirma contar com os dois. Rui Borges defendeu que todos os jogadores têm de ser multifacetados para poderem jogar bem em várias posições.

Por imposição das autoridades de saúde os adeptos estão ausentes dos estádios. Rui Borges acompanha a reação da massa adepta da AAC nas redes sociais. O treinador elogiou os adeptos e afirmou que gostaria de contar com eles nos estádios. O técnico da AAC-OAF  considera que o apoio presencial dos adeptos seria importante quando a equipa precisa desse incentivo nos momentos menos bons dos jogos.

 

Uma equipa de Relatos RUC vai levar até si todas as incidências deste jogo. Às 20:00 estará no ar o Prognósticos que incluirá direto com o estádio antes do jogo e logo de seguida, às 21:00, começará o relato do jogo. Oiça-nos em 107.9 FM ou no novo site da RUC em ruc.pt

 

Para ouvir a conferência de imprensa de antevisão na totalidade

 

PARTILHAR: