23.02.2021POR Bruno Costa

Com um pé dás, com o outro tiras (A crónica do Feirense-Académica)

A Académica/OAF perdeu por 1-0 na noite de ontem, em Santa Maria da Feira, frente ao terceiro classificado, CD Feirense.

A Briosa, depois de ter assumido o topo da classificação há 15 dias no Estoril, procurava nesta deslocação a Santa Maria da Feira não só voltar à liderança, mas também cavar um fosso ainda maior para o terceiro classificado, o adversário desta partida, o Feirense. A equipa de Rui Borges entrou algo receosa no jogo, dando a iniciativa de jogo ao adversário.

Bouldini saiu lesionado

No primeiro quarto de hora da partida, só deu Feirense, a Briosa sentia muitas dificuldades na sua primeira fase de construção e tentava com passes longos sacudir a pressão inicial da equipa da casa. Com o avançar do jogo, os estudantes foram ganhando confiança e ficando mais confortáveis no jogo, o que permitiu equilibrar a percentagem de posse de bola e levar o jogo numa toada morna mas sem grandes motivos de interesse, sendo uma fraca primeira parte para um jogo entre duas equipas do topo da classificação.

Rui Borges lançou o onze habitual 

Na segunda parte, a Briosa entrou mais confiante e mais rápida nos seus processos , conseguindo assim ter mais bola, mas essa posse não foi sinónimo de perigo para a baliza fogaceira, que tentava em contra ataque surpreender a turma de Rui Borges. No entanto, foi a Briosa a primeira equipa a ter uma oportunidade clara de golo, através de uma grande penalidade, Mika com uma visão de jogo fabulosa, descobre Fabiano na ala esquerda e o jovem brasileiro com um pormenor de classe ganha a frente do lance e é derrubado dentro da área, penálti que Bruno Teles não converteu, atirando a figura de Bruno Brigido.

Quem não marca sofre

Se Fabiano esteve bem neste lance, acaba por errar no lance seguinte, cometendo, de forma infantil, falta sobre Edson Farias. Fabrício chamado à cobrança da grande penalidade, não falhou e colocou os visitados em vantagem. A Académica reagiu mas sempre de forma inconsequente e mais com o coração do que com a cabeça, permitindo aos defesas adversários, de frente para os lances,cortes relativamente fáceis de executar.

A Briosa perde o primeiro lugar mas continua na luta e espera regressar às vitórias já no próximo jogo, na recepção ao Varzim em mais uma transmissão RUC em 107.9FM / www.ruc.pt .

PARTILHAR: